segunda-feira, 12 de março de 2012

DESAPEGO

Depois de 5 anos de oscilações de sentimentos violentos, hoje eu acordei imensamente feliz.
Serena.
Sabe o meu coração despedaçado?
Que todos diziam que só o tempo iria colar os pedaços?
 Mas que sempre havia uma dorzinha?
Meu coração anda muito bem, obrigada!
Colado? Você pensará...
Não.
Novinho em folha!
O tempo não remenda coisas velhas.
Ele as renova.
Se você leitor duvidou que algum dia eu me libertaria do sentimento que regeu esse blog...
Você não foi o único. Eu também duvidei.

Mas chegou uma dádiva imensamente maior... chegou a cura. 

Agradeço de coração (novo, não colado.. rs) a todos que torceram, que sentiram comigo durante a existência do blog. Deixarei ele no ar, como uma espécie de lápide, mas sem a pretensão de trazer-lhe rosas.
Chega de rosas.

Adeus!